sábado, 16 de dezembro de 2017

O PREÇO DA NEGLIGÊNCIA



Pesadíssimo  tributo  está  pagando,  e irá  pagar,  o povo  brasileiro  em geral, e o são-joanense    em particular , por não  participar  do  primeiro  e mais  elementar  direito  democrático.
A revelia  do  eleitorado,   que negligência  e não se filia  aos partidos políticos, estas agremiações  são  manipuladas  por  meia dúzia de  vivaldinos  que fazem  das mesmas  o  que bem entendem.   Alguns desses  indivíduos  dão-se   ao  luxo  de praticar  as mais revoltantes  velhacarias.
Para  a grande maioria  dos concidadãos, que  ainda  não  tem conhecimento, devo  informar  que  os eleitores filiados  aos partidos políticos  têm  o  direito  e o dever  de eleger  diretório  municipal de sua cidade.
Esta  eleição  é feita em dia previamente  marcado  pela legislação  eleitoral.
Quando o povo  não assume  a  responsabilidade  de escolher  os membros  dos diretórios  dos partidos políticos, deixando de cumprir  este dever intransferível, será  fatalmente  forçado  a votar  posteriormente  em nomes que lhes são  impostos  por  um  pequeno  grupo, não raras vezes  constituídos de  homens  sem escrúpulos, que  implanta  nos partidos  suas nefandas  oligarquias.
Quando  a esperteza macabra  e pestilente  dessas oligarquias  canalhocratas  encontram   moleza,  infiltram  seus membros  em  todos  os partidos.    Se  perderem  de  um  lado  ganham  do outro.  São  farinha  do mesmo saco. Aí  está a  trampolinagem  rasteira!   Aí está  a  desfaçatez  e sem-vergonhice.   É   preciso que seja posto  um  paradeiro a tal  estado de coisas. Afinal é ilógico  que o povo  anseie pela  democracia plena  e permita  que lhes sejam   impostas  candidaturas  esdrúxulas, suspeitas e absurda que lhe  são empurradas goela abaixo por minorias.
Só devem  ser eleitos  para  constituir  a  chapa  dos  diretórios  nomes  representativos, homens  de bem, líderes das mais  variadas classes, homens  com  bagagem  e mensagem,  homens do povo.
Causa  estranheza  que as classes  estudantis ( nível médio e superior) também  não tenham demonstrar  interesse  pelo  destino  de nosso município.  Procuram  os diretórios  dos partidos  cujo programa   tenha afinidade  com suas ideias!  Filiem-se!  Quem negligencia  e não  participa  do primeiro  e mais importante  direito do cidadão   que  é escolher  seus  próprios candidatos, através  da eleição  dos  diretórios,  torna-se  co-responsável  pela  impostura  de conhecidos  trombadinhas.
Muito cuidado
Política  é coisa séria!  Temos a obrigação   de  cuidar  desse  projeto  no que tange  as nossas escolhas  políticas, eis que,  se escolhermos mal um candidato, como seremos  atendidos por esse parlamentar.   Elegemos  um prefeito  - bom ou mal   gestor  - significa  que cumpriu  o seu dever de casa, porém,  como estamos  ciente   de que   ele  lotou   no quadro de pessoal  um timão de cargos comissionados  -  ultrapassando  os  prefeitos anteriores,  é sinal de que  este indivíduo  despreza  concursados, pois  ganham muito mais do que  os   ativos.   Isso  se chama  proteção ao seu mandato e dos seus cupinchas . Não é assim que  administrar  uma prefeitura.   Erro na escolha  e  salve-se quem  se puderem.   Isso porque  a maioria não  filia a partidos políticos, e não  se preocupam em  fazeer parte desse sistema democrático.

Nenhum comentário: