terça-feira, 11 de setembro de 2012

TELEVISÃO BRASILEIRA AGRAVA FORMAÇÃO E EDUCAÇÃO DA FAMÍLIA

A  mídia brasileira  de televisão  está  perdendo  sua referência.  Ela  hoje  banalisa  tudo.   Está  sendo condenada  pelos tele-espectadores.   Quando ligamos  a televisão ou  outro  meio  de comunicação  digital, deparamos  com  uma  série  de chamadas  indevidas  para  o horário  das  8,00 horas  às  23h.
São  aparições  de capas de revistas  apelativas  para  chamar a atenção.  Isso  sem falar  nas  cenas  picantes  de  novelas  no  período  citado.   Fora  dos telejornais,  o  horário  nobre  é  coberto  por  programas  e  novelas  que  não  fornecem  quase nada de instrutivo.  Só produzem  mentiras, sexo, violência,  traição, maldade,  aulas de como  fazer  o  aprendiz  aprender  praticar  assaltos, assassinatos, arrastões,  traficar drogas etc.  Edições  diárias   estão ficando cansativas porque  não interessa  ver na telinha  das emissoras  televisas  informações  sobre  prisão de  mercenários, traficantes,  assassinos etc.  
Os  editores  e  a censura  estão  precisando  fazer uma  revisão com  urgência no meio da comunicação.
Estamos  carentes  de coisas com  mais  conteudo. Cenas  de sexo  e  violência  têm  ocupado  muito  espaço  na mídia. Hoje  os  pais  estão  perdidos,  não  sabem  por  onde começar  ou que caminho  a seguir  para  educar seus filhos.   Assistindo  os  maus  exemplos na  mídia  as  crianças e adolescentes  estão  mais liberais,  mais  rebeldes  e  achando  que  sabem mais  que  os pais.
Os  crimes  violentos,  as drogas,  a  pedofilia  estão  a todo vapor.
Infelizmente  a  paz,  a  liberdade  e a tranquilidade  são  coisas  do  passado.    
O culpado  de tudo isso  que está acontecendo  na televisão brasileira  é  culpa  do  governo  Federal.
O  governo  não  censura  programas  que nos são levados  durante o horário|:  8h às 23 horas  porque não  querem  perder votos em eleições futuras.  Agrada  os editores de revistas e  novelistas.  Agrada  os artistas,  que não estão nem aí,  para  a decência. Que se dane  a  formação  familiar.    
O governo  de Dilma Rousseff   não  quer  nem  saber  de censurar  programas  televisos.   Ela  se coloca  a favor de tudo que é ruim  na televisão para não  desagradar  gregos e troianos.
Só  mesmo DEUS  para  salvar  o  Brasil.   Se  houver  reação  do  povo brasileiro  contra  esta máquina do mal que invade todos os dias  nossas residências  poderá haver mudanças radicais  neste império  sem censura.   A igreja  com todos seus seguidores  estão  pedindo intervenção  da presidenta  para sanar  essas  irreguralidades com urgência. 

Nenhum comentário: